Top Ad unit 728 × 90

A Triste História de JOAQUIN PHOENIX o CORINGA

Joaquin Phoenix é indiscutivelmente um dos maiores atores da atualidade, mas por trás de seu talento existe uma história comovente, e em alguns momentos trágica.

"A razão pela qual é tão bom dando vida a personagens traumatizados é porque ele também foi um”.

Foi o que disse um produtor de cinema no site Page Six, explicando de onde viria o talento de Joaquin Phoenix para interpretar personagens tão carregados como o recente Coringa.

Confira o conteúdo em vídeo:


  

Ver vídeo no youtube clique aqui.

Algo que muita gente não sabe é que Phoenix começou sua carreira muito cedo, e entre o ano de 1982 e 1989 ele protagonizou várias séries de TV.


Além de participar de filmes como "SpaceCamp" e "O Tiro Que Não Saiu pela Culatra”, que contavam com nomes como Keanu Reeves, e Steve Martin.

Mas, a história de Phoenix começa muito antes disso, e por falar nisso, seu nome nem ao menos era esse.

Nascido pobre e criado numa seita 


Originalmente chamado de Joaquin Rafael Bottom, o ator nasceu em San Juan, em Porto Rico no ano de 1974.

Isso porque, seus pais Arlyn e John Lee Bottom são Americanos, mas após se casarem aderiram a uma seita religiosa chamada Filhos de deus.



E começaram a viajar por toda a América Latina pregando os ensinamentos de sua religião.

Durante sua peregrinação a família passou muita dificuldade financeira, de acordo com River, o irmão mais velho de Joaquim, sua casa nos arredores de Caracas, capital da Venezuela, era um barraco "infestado de ratos" e sem banheiro.

Para conseguir dinheiro Joaquin e seus irmão mendigavam enquanto seus pais pregavam sua religião.

Os pais de Joaquin abandonaram a seita após se desiludirem com algumas práticas absurdas.

Os Filhos de Deus foram acusados de incentivar a sexualidade infantil - tanto entre crianças, quanto entre crianças e adultos.

Em entrevistas, o ator sempre deixou claro que seus pais se uniram ao movimento com boas intenções, Acreditando que haviam encontrado pessoas com a mesma opinião espiritual.



O ator ainda afirma que eles deixaram os Filhos de Deus assim que desconfiaram que havia algo de errado com a instituição.

No entanto, comentários de sua família sugerem que o culto teve um impacto negativo em suas vidas. Joaquin nunca admitiu que ele próprio estivesse exposto a essas atividades.

Mas seu irmão mais velho River disse uma vez à revista Details que havia perdido a virgindade aos quatro anos de idade para outras "crianças"

Retorno os Estados Unidos, Infância fora da escola


Após deixar os filhos de Deus em 1978, a família logo voltou para os Estados Unidos, indo morar em Los Angeles, e mudando o sobrenome para Phoenix.

Que além de ser um sobrenome popular, faz referência à ave da mitologia grega que ressurge das cinzas.

Algo similar a que sua família estava fazendo naquele momento.

Mas a vida na América não começou muito bem.



A família Phoenix foi para os Estados Unidos escondida em um navio de carga, e ao chegar tiveram que viver por algum tempo em carros, e dividindo apartamentos de um quarto para sete pessoas, os pais mais os 5 filhos.

Relatos contam que se o dono do prédio descobrisse que haviam crianças vivendo ali, eles seriam expulsos do local.

Seus pais decidiram criar os garotos fora da escola, e meio que investir em uma carreira artística.

Por isso, as crianças passavam seu tempo brincando na rua, e fazendo performances em troca de dinheiro.

E foi desta maneira que foram descobertos por uma agente, que deu o primeiro grande empurrão na carreia dos irmãos.

Não demorou muito para River Phoenix, o irmão mais velho de Joaquin começar a fazer um grande sucesso em Hollywood,

E você deve lembrar dele da adaptação do livro de Stephen King “Conta comigo”.



Joaquin também começou a ser chamado para muitos trabalhos, e passou então a utilizar o nome artístico de Leaf Phoenix, Leaf que significa folha.

Este nome foi escolhido devido a maioria de seus irmãos possuírem nomes ligados a natureza, ele é o terceiro de 5 irmãos, River (Rio), Rainbow (Arco iris), Joaquin, Liberty (Liberdade), Summer (Verão).

A trágica perda de Phoenix!



No dia 31 de outubro de 1993, os irmãos junto a irmã mais nova Rainbow, e a namorada de River ( Samantha Mathis), foram à boate The Viper Room em Los Angeles.

River deveria se apresentar com o baixista do Red Hot Chili Peppers, Flea, naquela noite.
Mas Infelizmente, a River teve uma overdose decorrente ao uso de drogas.



E foi Joaquin quem fez a ligação para o 911, pedindo socorro.

A ligação vazou, e foi parar nos noticiários, sendo reproduzida repetidamente nas semanas seguintes.
Para quem não sabe, o irmão de Joaquin era uma das maiores promessas do cinema, e era um grande amigo pessoal de Keanu Reeves.

Quando morreu estava se preparando para atuar ao lado de Tom Cruise e Brad Pitt no filme entrevista com vampiro.

Joaquin tinha apenas 19 anos na época e, e parou de atuar por um ano, devido ao ocorrido.
Esse fato marcou o ator para todo o sempre, e o ator até mesmo dedica seu sucesso ao irmão.

A carreira

Phoenix sempre teve uma carreira bem agitada, lançando filmes praticamente todos os anos, mas sempre fugindo de grandes produções.

Porém nos anos 2000 ele interpretou Cómodo em Gladiador, papel que rendeu a Phoenix uma indicação ao Oscar de melhor ator coadjuvante.



Premio que acabou ficando com Benicio Del Toro.

Em 2005 ele ganhou o papel de Johnny Cash no filme Johnny & June.



O cantor Johnny Cash tinha um histórico de alcoolismo.

E Phoenix estava tão possuído pelo personagem, que após as gravações precisou ir para uma clinica de reabilitação devido ao vício que adquiriu.

Este papel levou a carreira do ator a outros patamares, lhe rendendo uma indicação ao Oscar de melhor ator.

Phoenix não levou o Oscar, mas recebeu o Globo de ouro por sua interpretação neste mesmo filme.

O homem que enganou o mundo

Em 2008 no auge de sua carreia Joaquin Phoenix anunciou que iria parar de atuar, e se dedicar a carreira musical, como Raper.

Todo mundo pensou que o ator tinha pirado de vez, principalmente após a entrevista vergonhosa que ele deu a David Letterman.



Se você assistir a entrevista inteira, verá que ela foi muito desconfortável para o apresentador, e ele chega a diz que foi uma pena Joaquin não ter aparecido.

Realmente não dava para entender o que havia acontecido com Phoenix.

Entretanto em 2010 o ator lança o mockumentário “Eu Ainda Estou Aqui”, onde ele usou tanto a entrevista com Letterman, quanto vários outros matérias gerados pela mídia no documentário.

O que acontece é que ele estava atuando a todo o momento, encarando o papel de um artista em crise.

Segundo ele, havia momentos que chegou a ter dúvidas se deveria continuar se envergonhando em nome do projeto.

É claro que após o lançamento do documentário Joaquin pediu desculpas para Letterman.

Em 2013 o ator recebeu mais uma indicação ao Oscar de melhor ator pelo filme o Mestre.

Em 2019 Joaquin Phoenix consegue reconhecimento mundial ao interpretar o personagem Arthur Fleck no filme Coringa, batendo vários recordes da indústria.



Será que teremos um Oscar para adicionar a esta história?

Não deixe de comentar o que mais te impressionou na História de Joaquin Phoenix!

Fonte: Sessão Nerd
A Triste História de JOAQUIN PHOENIX o CORINGA Reviewed by Ranieri Quadros on novembro 09, 2019 Rating: 5

Nenhum comentário:

Todos os direitos resorvados: Hora da Pausa
Horadapausa.com.br

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Tecnologia do Blogger.